Saiba mais sobre o nosso caminho

 

        Eu sou médica, há mais de 30 anos e trabalho com psiquiatria desde que me formei. E eu sempre quis ser terapeuta também, mesmo antes de me decidir pela medicina.

      Fui percebendo, como toda mulher que tem uma vida normal, através das dificuldades que eu observava na vida das minhas pacientes no consultório, no pronto socorro, nos postos de saúde... mas também  na minha vida pessoal (passando pelo casamento, filhos, administrar a casa, cuidar do corpo, da cabeça, do trabalho...) como era difícil ser mulher no mundo em que a gente vive!

     Como as mulheres são exigidas em tantos níveis e, no entanto, como recebemos pouca orientação!

        Comecei, então, o meu percurso pessoal para descobrir o que é que não estavam nos contando...

        Foi um longo tempo de muita observação, estudo e dedicação – às  vezes acertando, às vezes batendo a cabeça – fazendo inúmeras terapias de muitos tipos (como paciente e também, depois, como terapeuta: pelas minhas contas, já atendi através da psiquiatria e de técnicas diferentes de terapia, perto de 20 mil pessoas nestes mais de 30 anos) como psicanálise, psicodrama, Hoffmann, renascimento, constelação familiar, iniciação ternária...

      Anos sem fim de dedicação, cursos, estudos:  das diversas religiões, de terapias, filosofia, física, ciências (inclusive as ocultas) – até de análise e auditoria de sistemas... E com isto, vieram também inúmeros mentores, desde meus pais, professores, padres (em especial o Padre Ilson José Frossard, que me acompanhou desde a infância e que foi quem me estimulou a falar em público desde pequena) pastores até os mestres mais recentes. Muitos ao vivo e muitos mais através dos livros que pude ler: pelas minhas contas, foram bem mais de mil... Além, é claro, do muito que aprendi com a observação e acompanhamento de todos os meus pacientes.

       Na medida em que ia alinhavando tudo isto, em especial depois de um trabalho intenso para melhorar a minha capacidade de ver as coisas de modo tridimensional (que eu chamo de iniciação ternária) percebi que passei a entender melhor o meu caminho, o que acontecia e porque as coisas aconteciam e, finalmente, comecei a ver que podia ajudar minhas pacientes!

     Elas passaram a também entender melhor a vida e o caminho delas, começaram a se sentir melhor, a ter relacionamentos mais felizes e a ter mais sucesso (e sem se masculinizarem!)

     Quanto mais as coisas iam melhorando, mais eu tinha a vontade de passar estas descobertas para um número maior de pacientes... e, foi daí que surgiu a idéia das palestras!

     Eu só posso dizer que tem sido, para mim, uma grande alegria poder passar o que aprendi a tantas mulheres! Tenho compartilhado com elas novas maneiras de resolver os nossos velhos problemas e acredito que tenho conseguido ser útil a muitas delas. Quem sabe vamos poder acrescentar alguma coisa também a você...

  • Facebook - Círculo Branco
  • Branco Twitter Ícone
  • Ícone do App Instagram
  • LinkedIn - Círculo Branco

Adriana de Castro Assessoria de Comunicação

contato: adriana@adrianadecastro.com.br